Buscar
  • GRI Gerenciamento

Qual é a importância da etapa de acondicionamento no gerenciamento de resíduos?


Apesar do gerenciamento de resíduos ser uma prática fundamental para minimizar impactos ambientais, o Brasil ainda pode ser comparado à países subdesenvolvidos na execução desta atividade. A redução do volume do lixo, descarte adequado e a ressignificação de materiais que antes eram considerados inúteis, são viabilizados pela gestão correta de resíduos.


Neste artigo, vamos abordar a etapa de acondicionamento. Cada parte do processo é responsável por construir um resultado final positivo ambientalmente. Então, afinal, o que é acondicionamento e como ele deve ser realizado? Vamos entender melhor sobre esta etapa antes de chegar ao tópico principal: sua importância.

O que é acondicionamento?

Acondicionamento, como termo geral, tem por objetivo denominar o processo de preparar um objeto para estocagem, armazenagem ou transporte. Como uma das etapas fundamentais no processo de gerenciamento de resíduos, o acondicionamento significa a colocação do lixo em um recipiente que seja adequado ao material descartado até que a coleta (próxima etapa) seja feita. Depois que é coletado, o recipiente que contém o resíduo pode ser estocado ou descartado em segurança.

Como o acondicionamento deve ser realizado?

Antes de definir o acondicionamento de um resíduo, é fundamental observar a classificação, volume e quantidade. Todas as informações sobre o material são bem-vindas, dessa forma é possível proporcionar as condições ideais de saúde, segurança ocupacional e preservação ambiental para quem irá manipular, transportar ou ainda tratar o resíduo.


Há diversas formas de acondicionar resíduos, como em sacos de lixo, contêineres, contentor de plástico, tambores, bombonas, caçambas, etc. O critério para seleção normalmente é o volume (dimensão/tamanho) e tecnologia onde será tratado/destinado podendo variar também de acordo com a classificação do material.

Por que o acondicionamento é importante?


Gerir adequadamente a etapa de acondicionamento significa proporcionar um destino final correto para um resíduo que pode apresentar risco à saúde pública e ao meio ambiente. Além disso, vale pontuar que a qualidade da operação de coleta e descarte deste resíduo depende também da etapa de acondicionamento.

Para realizar a etapa de acondicionamento corretamente, examine antes quais são as características do resíduo descartado, se há possibilidade de reaproveitamento e qual é a classificação atribuída pela NBR ABNT 10.004. Cada resíduo possui uma propriedade específica e, portanto, deve ser acondicionado de acordo com sua devida classificação. O acondicionamento inadequado pode inviabilizar a reciclagem ou a reutilização do material descartado.

Fale com a GRI Gerenciamento de Resíduos Industriais

Vale ressaltar que, como a própria Política Nacional de Resíduos Sólidos prevê, toda e qualquer responsabilidade em realizar a gestão correta dos resíduos pertence exclusivamente ao gerador.


Atuando desde 1999, a GRI se tornou a melhor empresa de Gerenciamento TOTAL de Resíduos (TWM), com expertise em fornecer Soluções Ambientais Integradas, Seguras e de Valorização de Resíduos. Conte conosco para garantir este processo gerido da melhor forma para a sua empresa, clique aqui para entrar em contato com um de nossos especialistas

20 visualizações

CONTATE-NOS

Código_de_Conduta_GRI_Capa (1).jpg
Política Anticorrupção_GRI_ Capa (1).jpg
klj.PNG (1).png
  • Ícone do Facebook Branco
  • Branca Ícone Instagram

Av. Gonçalo Madeira, 400  -

Jaguaré, São Paulo - SP,

05348-000

gri@solvi.com
(11) 5087-0922

© GRI Gerenciamento de Resíduos 2019

FALE CONOSCO!
55 11 5087-0910