Buscar
  • GRI Gerenciamento

Diferenças entre aterro sanitário e lixão

Sabe todo aquele lixo que você produz na sua casa ou empresa? Se ele não for corretamente coletado e tiver um destino inadequado, pode voltar para você, à sua família ou aos seus amigos da pior maneira possível.

É comum as pessoas confundirem lixão com aterro sanitário. Acharem que é tudo a mesma coisa. Mas não é. E saber disto pode mudar a sua relação com os dejetos que descarta. Pode mudar, enfim, a sua vida.

Lixão é um terreno abandonado, sem preparo nenhum, que recebe toneladas de rejeitos. Com o tempo, estes resíduos que foram jogados fora de maneira inadequada no local acabam se degradando. Principalmente o orgânico, que apodrece mais rápido e resulta no chorume – líquido originado por tal decomposição. O seu vazamento contamina solo, lençol freático, rios e afeta a água utilizada pelas pessoas da região. Sem falar, claro, que o acúmulo de lixo é perfeito para a procriação de animais nocivos à saúde, tais como baratas, ratos, mosquitos, inclusive o Aedes aegypti, entre outros.

Agora o aterro sanitário é completamente diferente. O terreno é impermeabilizado para que o chorume não afete o solo, evitando a sua contaminação. Os dejetos não são descartados de qualquer forma. Passam por um tratamento para que possíveis danos ao meio ambiente sejam amenizados. Tudo isto com o acompanhamento de profissionais especializados para garantir a qualidade do trabalho.

Se deseja garantias de que seu lixo não será despejado em um lugar impróprio, ligue agora para a GRI. Só uma empresa, com a nossa experiência e o nosso compromisso com o ecossistema, pode assegurar que os dejetos de seu empreendimento serão levados a um aterro sanitário legalizado, onde o meio ambiente será preservado!


24 visualizações0 comentário